Catarata

Opacidade da lente ocular

Uma catarata é uma opacidade da lente (cristalino) do olho, o qual normalmente é claro e transparente; pode comparar-se a uma janela que se encharca com gelo e se embaça com vapor. Existem muitos mitos e idéias equivocadas sobre as cataratas.

Uma catarata:

  • Não é uma tela ou capa que cobre o olho;
  • Não é causada pelo uso excessivo dos olhos;
  • Não é um câncer;
  • Não se transmite de um olho para ou outro;
  • Não causa cegueira irreversível.

 


Alguns sintomas da catarata são:

  • A visão se torna embaçada, sem dor;
  • Sensibilidade a luz;
  • Trocas freqüentes na graduação das lentes dos óculos;
  • Visão duplicada em um olho;
  • Necessidade de luz mais intensa para ler;
 
  • Visão noturna muito precária;
  • As cores ficam pálidas ou amareladas.
  • O tamanho e a forma da opacidade da lente podem variar.
  • Se a opacidade não está perto do centro do cristalino, é provável que você nem suspeite que tem uma catarata.


Qual é a causa da catarata ?

O tipo mais comum de catarata está relacionado com o envelhecimento natural do olho.

Algumas outras causas de catarata são:

  • Herança genética;
  • Doenças Sistêmicas, como a diabetes;
  • Lesões no olho;
 
  • Medicamentos, como esteróides;
  • Exposição prolongada aos raios solares sem proteção;
  • Cirurgia ocular prévia.


Como se detecta uma catarata?

Um exame minucioso do olho efetuado por seu oftalmologista pode detectar a presença e a gravidade de uma catarata, além de qualquer outro fator que estivesse causando uma visão borrada ou alguma outra doença. Além das cataratas, podem haver outras razões pelas quais a capacidade visual fica reduzida, especialmente problemas com a retina ou com o nervo ótico.

Se estes problemas existem, é possível que não se consiga uma visão perfeita mesmo que se remova a catarata.

Se esses problemas são muito severos, é possível que a eliminação da catarata não ofereça nenhuma melhora na visão. Seu oftalmologista pode te informar sobre o grau de melhoria que você pode esperar.

Com que velocidade se desenvolvem as cataratas?

A rapidez com que se desenvolve uma catarata dependerá do indivíduo e pode variar inclusive entre os dois olhos. A maior parte das cataratas associadas ao processo de envelhecimento progridem gradualmente ao longo de vários anos. Outras cataratas, especialmente em idivíduos mais jovens e em pessoas que sofrem de diabetes, podem progredir rapidamente em um período de poucos meses, ocasionando a deterioração da vista. Não é possível determinar a rapidez com que se desenvolverá uma catarata em uma pessoa.

Qual é o tratamento para eliminar uma catarata?

A cirurgia é a única maneira em que seu oftalmologista pode eliminar uma catarata. No entanto, se os sintomas de uma catarata são leves, é possível que uma simples mudança na graduação de seus óculos seja suficiente para que você veja comodamente. Não existem medicamentos, suplementos alimentares, exercícios nem dispositivos ópticos que tenham demonstrado sua utilidade para evitar ou curar as cataratas.

A proteção contra a luz solar excessiva pode ajudar a previnir ou retardar o progresso das cataratas. Os óculos de sol que filtram os raios ultravioleta (UV) ou as lentes transparentes que possuam um recobrimento que filtre estes raios oferecem a proteção necessária.


Quando deverá ser efetuada a cirurgia?

A cirurgia para eliminar a catarata deverá ser considerada quando esta estiver ocasionando uma perda de visão suficiente para intervir no desempenho das atividades diárias.

Não é verdade que as cataratas tenham que "maturar" antes de serem operadas. A cirurgia para eliminar as cataratas pode ser efetuada quando sua visão necessitar.


Você deve decidir se pode ver suficientemente bem para realizar suas funções em seu trabalho e conduzir seu automóvel com segurança, ou se pode ler e ver televisão com comodidade. Você pode realizar as tarefas da vida diária, tais como cozinhar, ir às compras, cuidar do jardim ou tomar seus remédios, sem nenhuma dificuldade. Baseando-se na severidade de seus sintomas, você e seu oftalmologista deverão decidir juntos qual o momento adequado para a realização da cirurgia.


Que efeitos devo esperar da cirurgia para eliminar as cataratas?

Anualmente milhões de pessoas são operadas das cataratas, a maioria delas sem complicação alguma. A cirurgia para eliminar as cataratas geralmente é realizada com anestesia local sem necessidade de hospitalização. Durante a cirurgia é removido o cristalino opaco do olho. O foco do cristalino é restaurado implantando-se uma lente intraocular permanente. Seu oftalmologista realiza esta delicada cirurgia utilizando um microscópio, instrumentos miniaturizados e outros modernos dispositivos tecnológicos.

Quase imediatamente após a cirurgia para eliminar as cataratas, você poderá efetuar todo tipo de atividade, exceto as mais vigorosas. No entanto, seguindo as instruções do seu oftalmologista, deverá aplicar colírios nos olhos periodicamente. Além disso, serão necessárias várias visitas depois da operação para que seu oftalmologista possa verificar o progresso de seu olho à medida que ele se cura. A cirurgia para eliminar as cataratas é um dos procedimentos médico mais seguros.


Conclusão

As cataratas são uma causa bastante comum da má visão, principalmente entre os idosos, mas seu tratamento é seguro. Seu oftalmologista pode indicar se a perda em sua visão ou o incômodo que sente ao ver se deve a uma catarata ou a algum outro problema, e pode ajudar-te a decidir se a cirurgia é o mais apropriado ao seu caso.

Espasmos Faciais
Dr. Marcos Carvalho da Cunha

Para o Jornal da ABPD –
Associação Brasileira dos Portadores de Distonias
Espasmos Palpebrais

Espasmo Hemifacial